segunda-feira, 28 de janeiro de 2008

DEFINIÇÃO SOBRE LOGOTIPO E MARCA

Para um logotipo atender aos seus objetivos, deve-se primeiro considerar o público (seus valores, seu estilo, sua percepção da sua empresa e da concorrência, suas aspirações), a concorrência (como ela se expressa, como é percebida) e a própria empresa para quem se projeta (seus produtos/serviços, seus diferenciais, seus valores, sua visão de futuro).
Entre outras coisas, deve-se buscar uma imagem diferenciada e que seja valorizada pelo público. Se formos pela “moda”, não seguimos nada disso. Com isso, não fortalecemos a marca.
Lembro ainda que logotipo não é a marca em si, mas sim sua representação gráfica. Marca é a percepção dos consumidores e clientes baseada nas experiências com a empresa em toda a sua extensão. É uma promessa que se baseia no que a empresa, seus funcionários, seus produtos e serviços realmente fazem.

BRANDING (Gestão de Marcas): As marcas simbolizam as promessas que uma empresa faz aos seus consumidores. As associações que uma marca evoca devem ser administradas estrategicamente, de forma que a empresa atinja seus objetivos de negócios e conquiste seus públicos de interesse, sendo relevante a eles. Uma marca forte é o maior patrimônio de uma empresa e a construção de marcas é um de seus maiores desafios hoje. Assessoramos as empresas clientes na análise e desenvolvimento de nomes, logotipos, personagens, construção de marcas (análise da essência da marca, definição de posicionamento, padronização, expressão) e testes com o público.

Grupo Anaya

Agência com 9 anos de atuação nas mais diversas áreas da criação.