domingo, 26 de abril de 2009

É correto dizer logomarca? Não seria logotipo?

O termo logotipo é aceito como correto. Seria o símbolo visível de um conceito. Já logomarca, que já entrou para o dicionário, seria uma redundância: o significado do significado. É mico dizer logomarca?

Por Juliana Galati

No dia-a-dia trabalhando em uma agência de marketing, me deparo muito com o termo logomarca usado por profissionais de diversas áreas de comunicação. Na escola aprendemos que logotipo seria mais correto.

Mas, por que se importar tanto com uma palavra? Não é importante apenas o entendimento do que queremos expressar?

Agora vai a minha opinião de jovem profissional: a maioria dos brasileiros compreende quando o termo logomarca é utilizado; a palavra já se encontra em dicionários e nos manuais das grandes empresas. Mas isso não justifica a falta de coerência que encontramos na palavra logomarca.

Nos estudos de design aprendemos a projetar, conceituar e executar da melhor maneira possível. Já passamos por muitos desentendimentos em nossa área, sobre o que fazemos e como fazemos. Então não podemos permitir que outras áreas e profissões definam os termos certos a serem utilizados!

Claro que não podemos exigir que leigos e pessoas de outras áreas entendam tudo sobre significados e origens de palavras, mas quem trabalha com comunicação leva a profissão a sério e se diferencia de amadores e micreiros.

Assim, nosso dever enquanto profissionais é sempre buscar os significados corretos e transmiti-los para nosso clientes, colegas de trabalho e faculdade.

Em um artigo para o site designGráfico, Gilberto Alves Jr. analisa os termos mais usados da logotipia, buscando nos significados das palavras que estruturam o termo qual a forma correta de utiliza-los e ainda esclarece a dúvida para designers, publicitários e interessados.

Descendo à raiz das palavras, o termo logotipo é aceito como correto. Seria o símbolo visível de um conceito. Já logomarca seria um termo redundante: o significado do significado.

Mas e você, o que pensa disso?

acha que tanto faz o termo, pois o importante é a comunicação e um trabalho bem feito
acha importante buscar sempre a maneira mais correta de se expressar
acha que a língua é viva e nem sempre passível de controle
Comentários são bem-vindos. [Webinsider]

.
fonte: http://webinsider.uol.com.br/
Sobre o autor
Juliana Galati (julianagalati@gmail.com) cursa o 8º semestre de Desenho Industrial.

Grupo Anaya

Agência com 9 anos de atuação nas mais diversas áreas da criação.