sábado, 16 de fevereiro de 2008

Logotipo pra derreter as retinas

“Alguns logotipos são como filhos muito feios. Apesar de feitos com amor e carinho, são tão horripilantes que só a mãe pode achar bonito.”

Quando escrevi isso ainda não tinha visto o logotipo das Olimpíadas de Londres de 2012.

Essa frase encaixa direitinho para esse logo. Só não sei se tem a parte do “amor e carinho”.



Confesso que quando vi o logotipo pela primeira vez ele era tão estranho, tão esquisito, tão feio que pensei: “Peraí, deve ter alguma sacada de design nesse logotipo que o burrão aqui não percebeu”. Afinal, ele tem tantas micreirices (logotipo totalmente reto e cheio de pontas, o símbolo e o nome da cidade pequeninos e em caixa baixa numa tipologia estranha, e o uso de cores primárias de gráfica, cyan e magenta 100%, além de ser uma agressão visual e principalmente, num consigo ver um conceito nesse monte de caco de porcelana) que isso deve ser um conceito gráfico totalmente novo. Afinal, esse logotipo custou US$800.000,00, não pode ser algo tão primitivo (e primata) desse jeito. Mas parece que é. Ponto para os micreiros, que poderiam fazer esse logo por dérreau!

48 horas depois de ser anunciado o mundo caiu em cima do logo. Designers, ilustradores, cidadãos comuns, principalmente os ingleses, especificamente os londrinos. É um fenômeno, nunca vi um logotipo ser linchado publicamente desse jeito.

E esse trabalho nasceu pra ser cagado. Além de machucar a estética e bom gosto, saiu no Drawn que o filme de apresentação do logotipo tem trechos que podem causar ataques epiléticos em algumas pessoas! Igual ao desenho do Pokémon há alguns anos!

E agora autoridades, o prefeito, e gente graúda de outros países estão na lista do linchamento. Gente, isso virou uma história melhor que os episódios de “24″.

Alguém enterrou um sapo com um urubu na garagem do escritório de design que fez esse logo. Não é possível.
Será que é devido à crença de algumas seitas e religiões que o mundo vai acabar em 2012 que eles já foram chutando a barraca por antecipação?

Por mais que os organizadores e os criadores do logotipo tentem explicar - e quando você precisa explicar um logo é justamente porque ele não funciona - a verdade é que vai ter cabeça rolando aí por esses dias.

Fico imaginando como foram os bastidores da aprovação desse logo. Que tipo de diálogo bizarro deve ter rolado quando esse treco foi apresentado pela primeira vez? Pois esse é um caso de um crime com cúmplice, dos designers e do cliente.

Também fico imaginando os mandachuvas da Wolf Ollins, o estúdio que fez essa ofensa gráfica, sentados atrás da mesa pensando se dão um tiro na cabeça ou se jogam pela janela. Que montanha russa, subir aos céus e descer ao inferno em questão de horas. E pelo visto ninguém vai ver a cor do dindim. Adeus férias no Caribe, adeus carro novo, adeus carreira.

Amantes do bom design, acessem a página pra assinar uma petição pra mudar esse logo vindo da novela Dancin’ Days.

Sim, existem causas mais nobres e importantes em que deveriam ser gastos mais energia e disposição, mas não é todo dia que aparece um logotipo horripilante e milionário de um evento global gigantesco com a opção de espancá-lo em público e com apoio das autoridades de vários países.Não é sempre que um logotipo vira uma piñata.Issa!

A Inglaterra triunfa!

Fonte: Blog Hiro Art

Grupo Anaya

Agência com 9 anos de atuação nas mais diversas áreas da criação.