segunda-feira, 7 de julho de 2008

Cor é sensação


A cor é um poderoso componente em qualquer projeto de design, seja para a web, ou fora dela. A cor afeta o estado de espírito e as emoções. Ela evoca associações com as noções de tempo e espaço. No design, ela também é um fator importante na definição do "meio ambiente".

Poucos podem ser um Picasso ou um Van Gogh, mas não precisamos ser artistas para entender a importância das cores.

Foi preciso uma revolução social e outra na arte para que os artistas começassem a conhecer realmente a fundo as cores. As telas impressionistas começaram a ser criadas em meados da década de 1860, a impressão já era uma palavra usada pelos artistas e críticos ao descreverem esse tipo de pintura que pretendia captar justamente a impressão despertada por uma cena fugaz, através da impressão da cor, pintar a luminosidade e as cores, abandonando os contornos rígidos e os jogos de claro-escuro tradicionais, utilizando-se pequenas pinceladas irregulares de cores variadas para compor a forma. Dentre muitos artistas de várias fases estão: Monet, Manet, Renoir, Mondrian, Volpi e com eles, o impressionismo, o cubismo e o construtivismo, entre outras. Influenciados pelos conhecimentos científicos sobre a refração da luz , os neo-impressionistas criam o pontilhismo. Pontinhos de cores primárias postos lado a lado produzindo cores secundárias. A preocupação em captar um instante dá lugar ao interesse pela fixação das cenas obtidas pela subdivisão das cores. Daí o estudo das cores e de sua psicologia tomar um sentido próprio e científico, a base destes estudos iniciados por estes e outros artistas influenciaram publicitários e designers, na produção de peças renomadas, como o logo da Coca Cola e das Olimpíadas, determinaram a fixação de uma imagem ou ainda, transmitiram sensações de consumo, seduzindo seu público, utilizando o conceito de cor.

Cor na net

Na própria Internet há bons e maus exemplos de combinações de cores. Existem sites nos quais mal se consegue enxergar a letra. Outros, desperdiçam esta ferramenta, sem muita criatividade. A combinação correta das cores depende muito do bom senso, da habilidade do designer e da sensação a ser transmitida, que pode, com uma combinação menos usual, conseguir bons resultados. A arte não tem limites mas, o bom senso...

Em um site bem planejado, há uma consistência no design que cria uma sensação de "lugar" único e reconhecível, identificando e criando uma afinidade com o internauta. Use cores que criem delimitações visuais no site para determinar o fluxo de leitura das informações e a identificação visual. Da mesma forma que uma empresa ocupa um local específico no mundo "real", um site da web deve ser considerado um local específico no mundo "virtual". Hospitais, bancos e escritórios de profissionais liberais geralmente escolhem para sua decoração cores neutras e calmas que inspiram confiança, por serem apropriadas a estes locais. Escolas para crianças, geralmente, são multicoloridas e abusam das cores luminosas e alegres.Os tons de sépia evocam memórias do passado. Combinações de cores psicodélicas nos levam de volta ao final dos anos 60. Azuis-claros e luminosos combinados com amarelo podem nos lembrar dos dias de verão. O designer deve ser um "colorista", escolhendo cores que reflitam os propósitos do site a indentidade da empresa e principalmente, enxergando através dos olhos do seu público alvo.

Marcelo Romano

Grupo Anaya

Agência com 9 anos de atuação nas mais diversas áreas da criação.